A Totvs (TOTS3) anunciou uma joint venture com o Itaú Unibanco. A empresa, até então chamada de Totvs Techfin, terá como objetivo ampliar a distribuição de serviços financeiros integrados ao ecossistema ERP da Totvs.

Vemos este anúncio como positivo, pois deve ampliar a oferta de produtos financeiros aos clientes da Totvs, o que deve reforçar seu posicionamento competitivo em seu core business.

Saiba mais:
Conheça aqui os serviços exclusivos da Safra Corretora
> Acompanhe as análises do Safra em nosso canal no Telegram

Ambas as empresas compartilharão uma participação de 50% cada. A Totvs contribuirá com a estrutura da Techfin (ex-Fornecedor), enquanto o Itaú Unibanco será responsável pela captação, expertise de crédito e desenvolvimento de produtos financeiros para a Techfin.

O Itaú Unibanco pagará R$ 610 milhões à Totvs (dos quais R$ 410 milhões à vista, mais R$ 200 milhões ao balanço da Tehcfin), mais um earnout de até R$ 450 milhões após 5 anos, com base em resultados futuros.

Vemos essa associação como estrategicamente positiva para a Totvs, que deve ter acesso a uma plataforma de serviços financeiros de grande porte. Vemos várias oportunidades de crescimento para a Totvs no longo prazo advindas dessa nova iniciativa.

A Techfin ainda não explora uma infinidade de produtos financeiros, como folha de pagamento e pagamentos. Espera-se que a Totvs Techifin traga importantes oportunidades de vendas cruzadas no longo prazo e reforce o core business da Totvs.

O negócio confirma a capacidade da Totv de criar valor por meio de M&A. O negócio mostra a boa capacidade de geração de valor da Totvs. O fornecedor foi adquirido há 3 anos por R$ 440 milhões.

Já o Supplier (agora chamado Techfin) está avaliado em R$ 1.820 bilhões (ou R$ 920 milhões se excluirmos o pagamento de earnout).

Em uma análise múltipla, assumindo que a Techfin encerrou 2021 com uma receita líquida de R$ 191 milhões, a avaliação implícita significa que o Itaú Unibanco está pagando 9,5x EV/Vendas (assumindo Earnout) múltiplo para 2021 e 8,2x EV/Vendas 2022e, que vista como atraente, acima do múltiplo próprio da Totvs (de 6,8x EV/Vendas para 2021 e 5,3x para 2022e).

No entanto, o valor está abaixo da nossa avaliação de R$ 2,5 bilhões para a empresa, mas a Jv pode explorar algumas sinergias como redução significativa no custo de captação (atualmente em CDI + 3,5%); melhor alocação de capital, aprimoramento do modelo de risco com insumos do datalake do Itaú, etc.

Análise de TOTS3 no 4T2

A Totvs (TOTS3) apresentou resultados fortes no 4T21, com bom crescimento de receita e melhora na alavancagem operacional.

A receita líquida consolidada ficou 1,5% abaixo da nossa estimativa, devido à reclassificação do custo de funding. Ajustando para isso, o faturamento ficou 2% acima da nossa estimativa (com receita líquida de R$ 921 milhões, um aumento de 33,5%).

O EBITDA recorrente superou nosso número em 10%, refletindo uma melhora no mix, eficiência no controle de custos e menores provisões. O lucro líquido ajustado foi de R$ 126 milhões, 26% acima da nossa estimativa, impulsionado pelos resultados financeiros positivos.

Em suma, os resultados da Totvs voltaram a ser fortes, mostrando uma melhoria contínua em todo o quadro. Acreditamos que a empresa está preparada para manter o bom ritmo daqui para frente, beneficiando-se de sua posição de liderança em um mercado ainda pouco penetrado.

Também vemos a Totvs como a melhor forma de investir no setor de tecnologia brasileiro, dada sua boa execução e qualidade.

Revisão de TOTS3

No fim de 2021, atualizamos nossa cobertura de tecnologia para incorporar uma taxa de desconto mais alta, balanços recentes e rolando o preço-alvo para 2022. Vimos um forte impacto em todas as marcas brasileiras de tecnologia devido à mudança na curva de juros de longo prazo (refletindo o ambiente macro mais difícil).

Continuamos com classificação de compra para Totvs (TOTS3), com preço-alvo de R$ 37 (de R$ 45 anteriormente).

Ainda estamos otimistas com as perspectivas de longo prazo da Totvs, visto que vemos um enorme potencial vindo das novas iniciativas da Totvs em alguns negócios complementares, como marketing digital (que está sob uma nova unidade de negócios chamada desempenho de negócios) e serviços financeiros (negócios Techfin).

Além de fortalecer o posicionamento exclusivo de sua solução ERP (em um mercado ainda pouco penetrado de pequenas e médias empresas no Brasil), esperamos sólidos ganhos de margem à medida que os dois negócios ganham força.

analise acoes tots3 totvs.jpg

Vale a pena investir em TOTS3?

  • Posição de liderança em um mercado pouco penetrado;
  • Forte rede de distribuição;
  • Portfólio amplo e flexível de serviços;
  • Diversificação de negócios com novas frentes em marketing digital e serviços financeiros;
  • Novas oportunidades de crescimento com RD Station;
  • Receitas recorrentes crescentes, com forte capacidade de aumento de preços; e
  • Robusto balanço patrimonial deve permitir novas aquisições.

Quais são os principais riscos de TOTS3?

  • Competição acirrada de grandes players internacionais;
  • Obsolescência de software;
  • Riscos de execução relacionados à estratégia de M&A; e
  • Dependência macroeconômica.

Sobre a Totvs (TOTS3)

A Totvs (TOTS3) é uma empresa brasileira de software empresarial, focada principalmente no mercado de PMEs em rápido crescimento, onde possui uma confortável participação de mercado de quase 46% das empresas deste segmento.

A empresa tem suas origens em 1983, criada com o nome Microsiga Software. A partir de 1997, a empresa começou a se expandir internacionalmente. Atualmente, embora a empresa tenha algumas subsidiárias no exterior, em países como México e Argentina, cerca de 97% de suas vendas ainda vêm do Brasil.

Em 2005, a empresa passou a expandir sua base de clientes e portfólio, além de listar suas ações na B3, dentro das regras do Novo Mercado. O capital levantado com novos sócios a bordo permitiu à empresa iniciar um forte pipeline de aquisições.

IMPORTANT GENERAL DISCLOSURES Este relatório tem caráter meramente informativo e não constitui oferta de compra ou de venda de títulos ou valores mobiliários ou de instrumentos financeiros de quaisquer espécies ou de participação em qualquer estratégia de negociação. As informações expressas neste documento são obtidas de fontes públicas disponíveis até a data da sua elaboração pela equipe de Análises Gráficas da Safra Corretora, e são consideradas seguras. A Safra Corretora ou qualquer de suas afiliadas não garante, expressa ou implicitamente, a completude, confiabilidade ou exatidão de tais informações, nem este relatório pretende ser uma base de dados e informações completa ou resumida sobre os títulos ou valores mobiliários, instrumentos financeiros, mercados ou produtos aqui referidos. A Safra Corretora não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório, tampouco de comunicar o leitor deste relatório, salvo quando deixar de cobrir qualquer das empresas analisadas neste relatório. As opiniões, estimativas, informações e projeções aqui expressas constituem a opinião do analista no momento em que emitiu o presente relatório e podem ser alteradas sem qualquer aviso. Preços e disponibilidade dos instrumentos financeiros são apenas indicativos e estão sujeitos a alterações, independentemente de qualquer aviso. Os instrumentos discutidos nesse relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não considera objetivos de investimento, situação financeira e patrimonial ou interesses particulares de qualquer investidor. Os investidores devem obter ou realizar análise independente, considerando sua situação financeira e seus objetivos de investimento, antes de tomar uma decisão de investimento. Investimentos em títulos e valores mobiliários envolvem riscos, razão pela qual não há garantia de rentabilidade ou lucratividade de qualquer espécie. Os resultados obtidos com investimento em instrumentos financeiros podem variar e seu preço ou valor, direta ou indiretamente, pode subir ou descer. O desempenho passado não é necessariamente indicativo de resultados futuros. A Safra Corretora ou qualquer empresa do Grupo Safra não pode ser responsabilizada por danos diretos, indiretos, consequentes, reivindicações, custos, perdas ou despesas decorrentes da decisão de investimento em títulos e valores mobiliários, esteja esta decisão lastreada ou não nas recomendações expressas neste relatório. Os riscos em investimentos dessa natureza podem implicar, conforme o caso, na perda integral do capital investido ou, ainda, na necessidade de aporte suplementar de recursos. Nenhuma parte deste documento poderá ser reproduzida, distribuída ou copiada, no todo ou em parte, para qualquer finalidade, sem o prévio consentimento por escrito da Safra Corretora. Informações adicionais relativas às companhias ora analisadas neste relatório poderão ser prestadas mediante solicitação. ANALYST O(s) analista(s) responsável(is) pela elaboração do presente relatório declara(m) que as opiniões aqui expressas refletem única e exclusivamente seu ponto de vista e opiniões pessoais, e foi produzido de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Safra Corretora. A opinião do analista, por ser pessoal, pode diferir da opinião constante dos relatórios eventualmente emitidos por outros analistas, pela Safra Corretora e/ou por suas afiliadas e subsidiárias. A remuneração do analista de valores mobiliários é baseada na receita total da Safra Corretora, sendo parte desta proveniente das atividades relacionadas ao banco de investimento. Desta forma, como todos os colaboradores da Safra Corretora, suas subsidiárias e afiliadas, a remuneração dos analistas é impactada pela rentabilidade global e pode estar indiretamente relacionada a este relatório. No entanto, o(s) analista(s) responsável(is) por este relatório declara(m) que nenhuma parte de sua remuneração esteve, está ou estará direta ou indiretamente relacionada a qualquer recomendação ou opinião específica contida aqui ou vinculada à precificação de quaisquer dos ativos aqui discutidos. IMPORTANT INFOMATION ABOUT SAFRA A Safra Corretora, suas controladas, seus controladores ou sociedades sob controle comum declaram que: Têm interesses financeiros e/ou comerciais relevantes e/ou recebe remuneração por serviços prestados às empresas ou fundos: AES Tietê; Alupar Investimentos S.A; Azul; B2W Digital; B3; Banco BTG Pactual; Banco Pan; BR Distribuidora; BR Malls; Braskem; CBD; CCR; Cemig; Cesp; Cielo; Copasa; Copel; Cosan; CPFL Energia S.A; CSN; CTEEP; Cyrela; Cyrela Commercial Properties S.A.; Direcional; Duratex; Ecorodovias; Eletrobras; Embraer; Energias do Brasil; Energisa; Engie Brasil; Equatorial; Estácio; Even; Eztec; Fleury; Fras-le; Gerdau; Gerdau Metalúrgica; Gol; Helbor; Hypermarcas; Iguatemi; Itaú; Itaúsa; JSL; Kroton; Light; Linx; Localiza; Locamerica; Lojas Americanas; Lojas Renner; Mahle Metal Leve; Marcopolo; Mills; Movida; MRV; Petrobrás; Porto Seguro; Raia; Randon; Rumo; Sabesp; Santos Brasil; Ser Educacional; Sul America; TAESA; Tecnisa; Tegma; Telefônica; Tenda; Tim; Tupy; Ultrapar; Usiminas; Vale; Via Varejo; Weg. Companhia de Gás de Minas Gerais – GASMIG; Kazzas Incorporações e Construções S.A; Klabin S.A, Hemisfério Sul Investimentos S.A.; JS Real Estate Multigestão Fundo de Investimento Imobiliário; Quasar FIP-IE; Pátria Edifícios Corporativos Fundo de Investimento Imobiliário – FII; Perfin Apollo Energia Fundo De Investimento em Participações em Infraestrutura – FIP; Raízen Energia S.A.; Notre Dame Intermédica Participações S.A; Companhia de Locação das Américas S.A; Marfrig Global Foods S.A.; Marisa Lojas S.A.