A alta da moeda americana frente ao real sempre atrai a atenção de investidores brasileiros de diferentes perfis que desejam entender melhor se o dólar é um bom investimento.

Investimentos em dólar costumam mirar dois objetivos principais. Primeiro, pode servir para proteger gastos futuros no exterior, como uma viagem internacional a lazer ou estudos em instituições estrangeiras.

Além disso, aplicações em dólar estão associadas à proteção da carteira de investimentos. Isso porque momentos de estresse no mercado interno frequentemente provocam uma depreciação do câmbio.

Confira abaixo um guia sobre como investir em dólar:

Por que investir em dólar?

Moeda mais utilizada na economia global, o dólar é considerado uma reserva de segurança por muitos investidores ao redor do mundo. Desse modo, em momentos de crise, sua procura tende a aumentar em relação a moedas mais frágeis, como as de países emergentes.

E os movimentos da moeda americana têm influência sobre os preços das commodities nos mercados locais, uma vez que produtos como petróleo, ouro, soja e minério de ferro são cotados em dólar.

Saiba mais:
> Primeiros Passos: Veja nosso e-book para começar na renda variável
> Acompanhe as análises do Safra em nosso canal no Telegram
Baixe o app e abra a sua conta no Safra

Vale lembrar que investimentos em dólar são considerados investimentos em renda variável, de modo que você estará exposto à volatilidade do mercado.

Portanto, é preciso calibrar com atenção os investimentos atrelados ao dólar, para que eles funcionem efetivamente como uma proteção contra oscilações de outros ativos de renda variável, como Bolsa brasileira.

Como investir em dólar?

Existem opções diversas para quem quer investir em dólar. Desde investimentos para o perfil mais conservador até o mais arrojado. 

Uma das alternativas mais comuns é a compra da moeda em espécie, que pode ser feita em casas de câmbio ou em instituições financeiras. Essa compra está sujeita à incidência de IOF.

Outra categoria disponível no mercado são fundos cambiais. Nessa modalidade, os fundos precisam aplicar, pelo menos, 80% do patrimônio em ativos relacionados à moeda americana.

Fique atento: há cobrança de Imposto de Renda quando há lucro na operação e outras taxas como o come-cotas e a taxa de administração da instituição financeira.

A compra de ações de empresas americanas também é um tipo de investimento que envolve o dólar. Essa compra pode ser feita por meio de BDRs (Brazilian Depositary Receipts) e alguns ETFs (Exchange Traded Funds).

Esses investimentos também podem sofrer incidência de IR e taxa de corretagem.

Já para aqueles com perfil bastante arrojado, que buscam lucros significativos correndo riscos altos de perda, podem investir em dólar por contratos futuros, que são negociados em dois formatos: minicontratos e contratos de dólar cheios. 

Qual o melhor momento para comprar dólar?

Antes de decidir o melhor momento para comprar dólar, entenda quais são seus objetivos com essa operação e para quando precisará do dinheiro.

Caso seu objetivo com a compra do dólar seja fazer uma viagem internacional, tenha em mente o valor aproximado que precisará e quando a viagem irá ocorrer.

Fazendo esse planejamento, é possível comprar dólar aos poucos ao longo do tempo, buscando assim diluir a volatilidade da moeda e evitar compras em períodos muito desfavoráveis.

Se o seu principal objetivo ao investir em dólar é a diversificação da carteira ou a proteção de seus investimentos, esteja atento ao seu perfil de investidor e procure as diferentes alternativas de investimentos oferecidas por instituições financeiras. 

Lembre-se: por conta de possíveis oscilações da moeda americana, você não deve considerar investimentos em dólar como sua reserva de emergência para gastos internos.

Dá para comprar dólar na Bolsa?

Sim. É possível comprar dólar na Bolsa por meio de investimentos em ações de empresas americanas (BDRs e ETFs) e contratos futuros de dólar.

como _investir_dolar.jpg

Esses investimentos estão enquadrados na categoria de renda variável e estão expostos a uma alta volatilidade.

Aplicar em dólar é um bom investimento?

Antes de realizar qualquer tipo de investimento, é necessário entender quais são seus objetivos. 

Um bom investimento precisa atender suas necessidades, que devem sempre estar alinhadas ao seu perfil de investidor. 

Investimentos em dólar podem te ajudar a economizar dinheiro em uma viagem internacional, diversificar sua carteira para proteger seus investimentos, principalmente por se tratar de uma moeda com grande força nos mercados globais.

Comprar dólar ou fundos cambiais?

Para decidir entre comprar dólar ou fundos cambiais, é necessário que você tenha em mente seu principal objetivo com esse investimento.

A compra de dólar em espécie pode ser feita pensando em uma viagem internacional na qual você irá utilizar a moeda.

Já a compra de cotas em fundos cambiais costuma estar atrelada ao desejo de diversificação e proteção de sua carteira, já que não há necessidade nesse caso de guardar grandes volumes de moeda física.

Como investir em dólar pelo Safra?

Se o seu objetivo ao comprar dólar for uma viagem, o Safra oferece o serviço de câmbio em qualquer agência ou em um dos postos de atendimento do banco nos aeroportos de Cumbica (São Paulo) ou Tom Jobim (Rio de Janeiro). 

Para investimentos em BRDs, ETFs, fundos de investimentos cambiais e contratos futuros de dólar, abra sua conta e converse com especialistas sobre a melhor opção para você.

Já aqueles que desejam retornos atrelados ao dólar, mas com risco reduzido, podem consultar o COE Minimax Dólar. Trata-se de um produto estruturado pelo Safra no qual o cliente, com capital garantido, tem rentabilidade se a moeda americana se valorizar em relação ao real.